Leia também:
X União honrou R$ 977,63 milhões em dívidas de estados em agosto

Ex-ministro do STF não vê crime de Bolsonaro no 7 de Setembro

"Ele não dirigiu insultos a ninguém", disse Francisco Rezek

Pleno.News - 08/09/2022 15h24 | atualizado em 08/09/2022 15h47

Manifestações do 7 de Setembro Foto: EFE/ Joedson Alves

Francisco Rezek, ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), disse que o presidente Jair Bolsonaro (PL) não cometeu crime eleitoral nos atos de 7 de Setembro realizados em Brasília e no Rio de Janeiro, na quarta-feira (7). Durante participação no UOL Entrevista, Rezek afirmou que o chefe do Executivo sequer insultou alguém.

– Ele não dirigiu insultos a ninguém – falou.

Na avaliação dele, o comportamento de Bolsonaro nas celebrações do Bicentenário da Independência do Brasil está em total acordo com toda sua história e trajetória política.

– O que vi ontem foi Jair Bolsonaro como ele sempre foi, como sempre se apresentou à sociedade brasileira e ao povo brasileiro. Foi com esse estilo, esse discurso e essa postura que ele fez a sua campanha. Foi com tudo isso que ele se elegeu presidente da República. Ele manteve esse discurso ao longo de todo o tempo. Não vi nada de novo e nada que pudesse surpreender quem quer que seja – afirmou.

– O direito permite interpretações de alguma flexibilidade. Onde alguns viram um pedido de voto quando ele diz “até a vitória, até o dia 2 de outubro”, você poderia também ver algo diferente de um pedido de votos. Tudo é uma questão de interpretação e de saber como o Tribunal Superior Eleitoral vai entender isso – disse ainda.

Ele defendeu ainda que por ser o atual presidente da República, Bolsonaro está em uma posição privilegiada em relação aos concorrentes.

Leia também1 União honrou R$ 977,63 milhões em dívidas de estados em agosto
2 Bolsonaro se reúne com crianças de grupo de ensino domiciliar
3 Molon lamenta após PT vetar sua participação em comício de Lula
4 PDT aciona o TSE para barrar a candidatura de Jair Bolsonaro
5 Reino Unido: Morre, aos 96 anos, a rainha Elizabeth II

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.