Leia também:
X Brasil é o país que mais gasta com partidos, aponta estudo

Ex-atriz pornô Mia Khalifa volta a ironizar CPI: ‘Estou a caminho’

Atriz "interagiu" com o senador Randolfe Rodrigues em uma publicação feita por ele no Twitter

Paulo Moura - 19/07/2021 08h52 | atualizado em 19/07/2021 12h17

Mia Khalifa publicou imagem em que aparece na CPI da Covid Foto: Reprodução

A ex-atriz pornô Mia Khalifa voltou a tecer comentários, no domingo (18), sobre a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid em suas redes sociais. Desta vez, porém, a publicação teve direito até à interação com o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente do colegiado e opositor do governo federal.

A “conversa” começou depois que Randolfe publicou um tuíte acusando o ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, de negociar a vacina CoronaVac com a importadora catarinense World Brands, fato que já foi negado pelo ex-chefe da pasta federal. Relatando que a World Brands tem “produtos eróticos” em seu cadastro de atividades e negócios, Randolfe marcou a ex-atriz na postagem.

– Em vez de negociar com o Butantan, Pazuello foi negociar a Coronavac com uma empresa de importação de produtos eróticos… Corre aqui @miakhalifa! Acho que estavam te usando de cortina de fumaça! – escreveu Randolfe em sua conta no Twitter.

Mia então respondeu com a frase: “You guys are in a crisis… I’m on my way” [“Vocês estão em crise… Estou a caminho”]. Após a mensagem, Randolfe comentou a postagem da ex-atriz e escreveu: “We are waiting for you!” [“Nós estamos esperando você”].

Mensagem da ex-atriz pornô Mia Khalifa Foto: Reprodução

O nome de Mia já havia aparecido no último mês de junho na CPI após ela publicar uma montagem em que aparecia como convidada do colegiado. A publicação, com a legenda A woman of the people (Uma mulher do povo, em português), foi feita após Khalifa ter sido citada no colegiado.

Na ocasião, internautas relacionaram a atriz com um caso contado pelo senador Luis Carlos Heinze (PP-RS), que havia declarado que uma pesquisa publicada pela revista Lancet, que comprovava a ineficácia da cloroquina como tratamento para a Covid-19, foi retratada depois que se descobriu que teria sido financiada por uma empresa de uma atriz pornô.

Apesar de Heinze não ter citado o nome de qualquer atriz, os internautas então relacionaram a história trazida pelo senador com uma montagem que tinha foto de Mia Khalifa. O político, porém, fez questão de esclarecer o caso e destacou não ter dito o nome de qualquer atriz pornô, mas que apenas fez a citação “a uma atriz”.

Leia também1 CPI: Omar Aziz volta a acusar Jair Bolsonaro de prevaricação
2 Bolsonaro defende Pazuello: "Não negociamos com picaretas"
3 Pazuello rebate a Folha e diz que nunca negociou imunizantes
4 Aziz baixa o tom: 'Bolsonaro não é inimigo; não desejamos mal'
5 Davati vende vacina contra gripe de forma ilegal nos EUA

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.