Leia também:
X Ex-jogador Raí faz propaganda para Lula durante premiação

Evangélicos criticam PT por ação contra AD em Belém

Igreja foi processada por estender uma grande bandeira do Brasil no templo sede

Leiliane Lopes - 17/10/2022 19h50 | atualizado em 17/10/2022 20h05

Bandeira do Brasil estendida no Templo da Assembleia de Deus em Belém do Pará Foto: Reprodução Instagram

Cristãos usaram as redes sociais para comentar o processo que o Partido dos Trabalhadores (PT) moveu contra a Igreja Assembleia de Deus em Belém (PA) exigindo a retirada de uma Bandeira do Brasil estendida em sua lateral.

Ao decidir sobre a ação da campanha de Lula contra a igreja assembleiana mais antiga do país, o Tribunal Regional Eleitoral do Pará negou a remoção da bandeira.

A juíza eleitoral Blenda Nery Rigon Cardoso declarou que “não há vedação para o uso de símbolos nacionais na propaganda eleitoral (…) Inviável limitar o direito à liberdade de expressão quanto à utilização de um símbolo nacional, garantia fundamental insculpida constitucionalmente”, evocando a decisão do TRE do Rio Grande do Sul sobre a exposição de bandeiras durante o período eleitoral.

Entre os artistas cristãos que se manifestaram sobre o caso está a cantora Eyshila que é apoiadora da reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL). Para ela, a ação do PT contra uma igreja mostra o que o partido está disposto a fazer contra os cristãos brasileiros caso vençam a eleição presidencial.

– Veja o que o partido das trevas já está fazendo com as igrejas sem estar no poder. Imagine se eles ganhassem. Mas não vão, não! Os números já mudaram e vamos continuar trabalhando para que o Brasil jamais volte para as mãos desses bandidos que falam em democracia, mas querem implantar uma ditadura. Nossa bandeira jamais será vermelha – escreveu a cantora.

O deputado federal Pastor Marco Feliciano (PL-SP) também comentou o caso e mostrou que o PT é capaz sim de perseguir as igrejas.

– Provado! A perseguição do PT já começou contra a igreja – disse o parlamentar evangélico ao publicar o vídeo onde o pastor Samuel Câmara, presidente da AD em Belém do Pará, comenta a decisão do TRE-PA em favor da igreja e contra o partido de Lula.

O vídeo do pastor Samuel Câmara foi compartilhado em vários perfis nas redes sociais e artistas evangélicos comentaram e deram seu posicionamento sobre o assunto.

A pastora Midian Lima, por exemplo, pediu pela misericórdia de Deus. Já a cantora Naña Shara pediu para que a Igreja acordasse.

Além delas, a pastora Kezia Oliveira também deixou um recado:

– Em alto e bom som: A nossa bandeira jamais será vermelha! Tá repreendido em nome de Jesus! Eu sou 22! – comentou ela.

Leia também1 Governador do TO anuncia apoio a Bolsonaro no 2º turno
2 Carlos Jordy representa Janones no Conselho de Ética da Câmara
3 PT pede no TSE bloqueio de contas de Bolsonaro e aliados
4 PT quer abrir igreja evangélica ligada ao partido
5 Ao lado de Moro, Bolsonaro diz crer que Lava Jato retornará

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.