Leia também:
X PF volta a realizar operação contra facções criminosas

EUA formalizam aprovação de Eduardo como embaixador

Deputado agora deve ser sabatinado no Senado e precisará de maioria dos votos

Paulo Moura - 09/08/2019 08h12

Deputado Eduardo Bolsonaro foi aprovado pelos EUA Foto: Vanessa Carvalho/Brazil Photo Press/Folhapress

O governo brasileiro foi informado nesta quinta-feira (8), que os Estados Unidos deram aval para a indicação de Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) como embaixador em Washington. O pedido de agrément, como é chamado a consulta feita pelo Itamaraty, foi enviado no final de julho ao Departamento de Estado americano, que deu retorno positivo ao Brasil após cerca de duas semanas.

Cópias do agrément seguiram de Washington para a assessoria internacional da Presidência e para o Itamaraty, em Brasília. O ministro Ernesto Araújo (Relações Exteriores) foi informado do aval americano e agora o presidente Jair Bolsonaro deve fazer a indicação formal do filho mais novo para o posto.

O nome de Eduardo ainda vai ser submetido à aprovação do Senado. Ele será sabatinado Comissão de Relações Exteriores da Casa e depois precisa ter a maioria dos 81 votos dos senadores no plenário. Na semana passada, o presidente americano, Donald Trump, elogiou a indicação de Eduardo como embaixador em Washington e disse que não considerava o movimento nepotismo, como alegam opositores de Bolsonaro.

– Conheço o filho dele, acho o filho dele fantástico, um grande jovem. Estou muito feliz por ele ter sido indicado, espero que seja nomeado. Eu conheço o filho dele e é provavelmente por isso que ele foi indicado. Ele é fantástico, estou muito feliz – afirmou Trump em coletiva no jardim da Casa Branca.

*Folhapress

Leia também1 Moro sobre vazamentos: 'Claro que o objetivo é soltar Lula'
2 Senador Arolde diz que TVs pagas 'precisam se reinventar'
3 Sergio Moro pede investigação contra o presidente da OAB

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.