Leia também:
X Jair Bolsonaro explica que pode vetar R$ 2 bilhões do Fundão

“Estão no partido errado”, diz Amoêdo a bolsonaristas no Novo

Fundador do partido criticou filiados que não defendem o impeachment

Thamirys Andrade - 26/07/2021 14h10 | atualizado em 26/07/2021 14h29

João Amôedo deixou a presidência da sigla em 2020 Foto: Reprodução

Um dos fundadores do partido Novo, João Amoêdo usou as redes sociais para criticar os filiados à sigla que ainda não se posicionaram a favor de um processo de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro.

– O Novo foi criado para fazer as coisas certas, sem cálculo eleitoral. É inaceitável que, com todos os absurdos de Bolsonaro e o Novo ter se colocado a favor do impeachment, ainda existam mandatários que não endossam esse posicionamento – escreveu na sexta-feira (23).

Na avaliação de Amoêdo, os parlamentares da legenda que não se manifestam contra o atual chefe do Executivo “estão no partido errado”.

Figuras políticas da legenda, incluindo João Amoêdo, declararam voto em Bolsonaro no segundo turno das eleições de 2018, em contraponto ao Partido dos Trabalhadores (PT), mas se afastaram do chefe do Executivo durante o seu mandato.

A sigla decidiu formalizar o apoio à abertura de processo de impeachment no dia 5 de julho. Por meio de nota, o partido disse que chegou à conclusão de que o presidente “cometeu crimes de responsabilidade”. O Novo afirmou ainda ter tomado tal decisão “após detalhada análise técnica, consultas a juristas, discussões e ampla reflexão sobre os fatos apresentados e consolidados pela CPI da Pandemia”.

Leia também1 Weber dá 10 dias para Congresso se explicar sobre Fundão
2 Avião apresenta falha, e reunião de Ciro com Bolsonaro é adiada
3 Joice "culpa" Bolsonaro por não ter levado caso de agressão à PF
4 Vice da Câmara usou cota para pagar fornecedor de campanha
5 Aziz reforça convocação de Facebook, Google e Twitter à CPI

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.