Leia também:
X Polícia critica ‘ativismo judicial’ e diz que operação foi legítima

‘Está na hora de baixar decreto para garantir direito de ir vir?’

Em sua live semanal, presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar medidas de lockdown

Henrique Gimenes - 06/05/2021 20h03 | atualizado em 06/05/2021 20h17

Presidente Jair Bolsonaro em sua live semanal

Nesta quinta-feira (6), o presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar as medidas de lockdown no pais e falou sobre a possibilidade de editar um decreto “para garantir um direito de ir vir do cidadão”. Em sua tradicional live pelas redes sociais, ele rebateu críticas à edição do texto e afirmou o decreto traria apenas o que está na Constituição.

– No dia 1º, todo mundo viu que a população foi às ruas preocupada com seu futuro. E em contrapartida, eu falei que posso baixar um decreto (…) E o que vai estar nele? O principais incisos do Artigo 5º da Constituição. E eu falei que ninguém vai contestar. Falaram “o Supremo vai contestar”, agora, esse decreto não pode contestar (…) Se eu fizer, o decreto vai ser cumprido. Todos os meus 23 ministros vão se empenhar para cumprir isso. Ninguém vai ser contra – apontou.

Bolsonaro também afirmou que, se for necessário, irá realmente editar o decreto.

– Ninguém pode ser contra o artigo 5º da Constituição. E por que estou falando isso? Porque tem alguns governadores e prefeitos que estão fazendo isso. Será que está na hora de eu baixar um decreto para garantir um direito de ir vir do cidadão? Garantir o direito de trabalho ao cidadão? Garantir o direito de culto a quem é Cristão? Complicado viver nesse país. E ainda ser criticado por um decreto que vai copiar incisos do artigo 5º da Constituição. É o fim da picada. Se for necessário, vamos fazer isso daí – destacou.

Leia também1 Em rede social, assessor especial da Presidência critica o STF
2 Bolsonaro sobre ataque a creche em SC: "Que a Justiça seja feita"
3 EUA devem enviar vacinas ao Brasil em breve, diz Bolsonaro
4 Toffoli nega pedido do PSOL para intimar Jair Bolsonaro
5 Governo alcança R$ 200 bilhões em desinvestimentos desde 2019

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.