Leia também:
X ‘Entendo que estejam chateados, mas calma, sou o chefe da nação’

“Esse STF não se verga e não se destrói”, diz Cármen Lúcia

Magistrada diz que toda 'afronta' afeta a todos da Corte

Monique Mello - 10/09/2021 11h29 | atualizado em 10/09/2021 12h07

Ministra Cármen Lúcia Foto: STF/Rosinei Coutinho

Na quinta-feira (9), a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia afirmou que a Corte não se fechará e não será atingida por supostos pedidos antidemocráticos. As falas fizeram parte de um discurso proferido pela ministra em uma homenagem prestada ao ministro Luiz Fux, que completa um ano na presidência do Tribunal nesta sexta-feira (10).

– Somos um tribunal. Nenhum juiz atingido é atingido isoladamente. Qualquer afronta atinge a todos. Esse STF não se verga, não se destrói, não se fecha, porque ele é a projeção da Justiça – declarou Carmen Lúcia.

Ela parabenizou Fux pela condução dos trabalhos no Judiciário em período “agitado”

– Tempestade não é pra timoneiro fraco, senhor presidente – completou a magistrada.

A homenagem ocorreu ao final da sessão que discutiu o marco temporal das terras indígenas. O tema será retomado na próxima quarta-feira (15).

Leia também1 'Entendo que estejam chateados, mas calma, sou o chefe da nação'
2 Lira: "Jamais disse que decisões do STF são inconstitucionais"
3 Bolsonaro e Alexandre de Moraes marcam encontro, diz colunista
4 'A bronca dos caminhoneiros é com o STF', diz deputado
5 Após nota, Silas Malafaia diz que 'Moraes continua a ser ditador’

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.