Leia também:
X Homem compra iPhone em site, mas recebe perfume

“Essa turma quer terrorismo geral”, diz Bolsonaro sobre MST

Ex-presidente ligou para correligionários e se mostrou preocupado com a condução do país

Marcos Melo - 20/03/2023 16h38 | atualizado em 20/03/2023 18h16

Ex-presidente da República Jair Bolsonaro
Ex-presidente Jair Bolsonaro Foto: Isac Nóbrega/PR

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) ligou dos Estados Unidos para correligionários, neste fim de semana, sinalizando preocupação com as constantes invasões de terras praticadas pelo Movimento dos Sem Terra e, também, se mostrou consternado com os ataques no Rio Grande do Norte.

Ele buscou informações sobre a repercussão desses episódios no Congresso Nacional e destacou a demora do governo Lula (PT) em reagir em ambas situações. O ex-mandatário disse aos políticos que estes acontecimentos produzem insegurança no país. Ele fez questão de ressaltar que durante os quatro anos em que esteve a frente do governo federal, ocorreram apenas 15 ou 16 invasões de terras no Brasil e afirmou que “essa turma quer terrorismo geral”.

Um ex-líder do governo Bolsonaro falou à Jovem Pan News e explicou a articulação da oposição.

– Bolsonaro vai cumprir o papel dele, mas nós temos que cumprir o nosso também. Tem que ter um projeto de governo. Precisa esperar esse governo ter projeto. Não ser oposição por oposição. Após ver o projeto desse governo no Congresso, é hora de andar pelo Brasil, conversar com as pessoas – disse o ex-líder, fonte da emissora.

No atual momento, há divergência sobre o retorno de Jair Bolsonaro ao Brasil neste mês.

Leia também1 Eduardo Bolsonaro diz que "Lula não vai durar os quatro anos"
2 Jornalista diz que conservadores não sabem o que é comunismo
3 “Zanatta, fique firme na defesa das suas ideias”, diz Valdemar
4 PF recua e concede a Bolsonaro acesso ao inquérito das joias
5 Falha técnica faz TSE ficar 1 ano sem acessar inquéritos do STF

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Canal
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.