Leia também:
X Presidente da Ceagesp convoca PMs para atos de 7 de Setembro

Paulista ficará com apoiadores de Bolsonaro em 7 de Setembro

A decisão foi do governo de João Doria

Henrique Gimenes - 22/08/2021 19h28 | atualizado em 23/08/2021 10h35

São Paulo, Avenida Paulista
São Paulo, Avenida Paulista Foto: Rogério Cassimiro | MTUR

Opositores do presidente Jair Bolsonaro em São Paulo sofreram uma derrota na disputa pela Avenida Paulista, no dia 7 de setembro. O governo do estado decidiu que apoiadores do presidente é que terão o direito de ocupar o espaço no Dia da Independência. A informação foi dada pela coluna Painel, do jornal Folha de S.Paulo.

A Avenida Paulista era disputada pelos dois grupos que queriam realizar suas manifestações no local. No entanto, a gestão de João Doria decidiu ceder o espaço para os apoiadores do presidente porque eles pediram a data antes.

Além disso, conforme informou o governo do estado ao veículo, não seria seguro permitir os dois grupos no local no mesmo dia.

Com isso, críticos do presidente só poderão realizar uma manifestação na Paulista no dia 12 de setembro, quando já estava agendado um ato no local.

Leia também1 Presidente da Ceagesp convoca PMs para atos de 7 de Setembro
2 Seis partidos divulgam nota de apoio ao STF e a Moraes
3 OAB fará um parecer contrário ao impeachment de Moraes
4 Janaina: 'Filhos de Bolsonaro cavaram a cova do governo'
5 Em apoio, Clube Militar convoca o povo para ato de 7 de setembro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.