Leia também:
X Aposta de Bolsonaro, Tarcísio admite disputar as eleições

Esposa de Silveira questiona matéria da CNN: “Carniceiros”

Paola Daniel acusou emissora de usar decisão do STF para "inflamar sociedade"

Thamirys Andrade - 11/09/2021 10h33 | atualizado em 11/09/2021 11h11

daniel silveira e esposa cnn
Deputado Daniel Silveira está preso desde 16 de fevereiro Foto: Colagem Pleno News

A advogada Paola Daniel, esposa do deputado Daniel Silveira, acusou a CNN Brasil de tentar “inflamar a sociedade”, após a emissora veicular, nesta sexta-feira (10), que o ministro Luís Roberto Barroso rejeitou analisar o pedido de habeas corpus do parlamentar. De acordo com Paola, o pedido de liberdade não é o atual, que ainda está aguardando análise.

– A CNN Brasil está noticiando que o STF negou revogação da prisão do Daniel Silveira. Estão falando de uma decisão de um habeas corpus em que o ministro Barroso negou e não é de agora. Estão tentando inflamar a sociedade novamente, não acreditem nestes carniceiros, pois não é de hoje – declarou a advogada.

Segundo Paola, uma nova solicitação de habeas corpus foi feita na quinta-feira (9). A decisão do ministro Barroso veiculada, porém, diz respeito a uma determinação do dia 3 de setembro, que foi publicada somente na quinta-feira.

– O pedido de revogação foi feito ontem e será analisado ainda. Querem a todo custo trazer o conflito a tona novamente. A tal da Daniela destila ódio em suas palavras, está nítida a insatisfação, frustração e a hostilidade até no modo em que fala. Estão doentes de verdade. Estamos aguardando a análise do pedido que fizemos, com base, com fatos inegáveis para a revogação – acrescentou a esposa do parlamentar.

Daniel Silveira foi preso no dia 16 de fevereiro deste ano por determinação do ministro Alexandre de Moraes, que julgou como “notícias fraudulentas, denunciações caluniosas e ameaças ao Supremo” declarações de Silveira em vídeo contra os ministros da Suprema Corte.

Leia também1 Moraes tem reunião de quatro horas com ministro da Justiça
2 Banquetes no gabinete de Renan custam até R$ 900, diz jornalista
3 Aposta de Bolsonaro, Tarcísio admite disputar as eleições
4 Por falta de AstraZeneca, Doria ameaça ir ao STF contra União
5 Fachin concede semiaberto a Geddel, ex-ministro de Temer

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.