Leia também:
X Eduardo ironiza Doria: “Calcinha não desistiu, desistiram ele”

Entorno de Bolsonaro vê pouco impacto em desistência de Doria

"Não muda nada", avaliou o vice-presidente do PL, deputado Capitão Augusto

Pleno.News - 23/05/2022 15h38 | atualizado em 23/05/2022 15h45

João Doria Foto: EFE/FERNANDO BIZERRA JR

O entorno do presidente Jair Bolsonaro (PL) descarta que a saída do ex-governador de São Paulo João Doria (PSDB) da corrida presidencial terá impacto político significativo na disputa. Com a fraqueza do tucano nas pesquisas de intenção de voto, interlocutores do Palácio do Planalto veem dificuldade da senadora Simone Tebet (MDB) assimilar totalmente o eleitorado de Doria e apostam na cristalização da polarização entre Bolsonaro e o pré-candidato do PT, Luiz Inácio Lula da Silva.

Doria retirou sua pré-candidatura à Presidência da República na tarde desta segunda-feira (23) em meio à resistência do comando do PSDB em indicá-lo. A cúpula do partido aposta no apoio a Simone Tebet para aumentar a viabilidade da terceira via.

Na avaliação do vice-presidente do PL, deputado Capitão Augusto (SP), o segundo turno “já está definido” com Bolsonaro e Lula na disputa.

– Não muda nada. Todo mundo já sabia que Doria iria desistir – afirmou ao Broadcast Político.

Um ministro de Estado que integra o QG da campanha à reeleição resumiu à reportagem o efeito da desistência de Doria na disputa pela Presidência, na sua leitura política, em uma palavra: “Nenhum”. Sob a condição de anonimato, a mesma fonte lembra que o ex-governador paulista nunca chegou perto dos dois dígitos em pesquisas eleitorais.

Outro dirigente da legenda de Bolsonaro diz acreditar que a intenção de voto de Doria deve ser diluída entre os demais candidatos, sem um impacto positivo direto como a desistência do ex-ministro Sergio Moro (União Brasil) representou para a campanha do chefe do Executivo.

– A saída de Doria traz a incerteza e a desesperança da terceira via. Já está no inconsciente coletivo que neste ano só há duas opções: Bolsonaro e Lula – afirma o dirigente, que participa das articulações do PL.

*AE

Leia também1 João Doria desiste de concorrer à Presidência: "Coração ferido"
2 PT quer apoio de Doria e PSDB contra Bolsonaro, diz colunista
3 Renan: "Lira quer bater a carteira de governadores e prefeitos"
4 Confira a íntegra do discurso de desistência de João Doria
5 STF: Ministro André Mendonça anula condenação de Arruda

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.