Embaixador confirma data da viagem de Bolsonaro a Israel

Além de encontros comerciais, presidente do Brasil deve realizar um roteiro religioso

Pleno.News - 15/03/2019 15h23

Presidente Jair Bolsonaro com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu Foto: Agência Brasil/Fernando Frazão

Após participar de uma reunião com o presidente do Brasil nesta sexta-feira (15), o embaixador de Israel, Yossi Shelley, informou que Jair Bolsonaro visitará o país no dia 31 de março e deve ficar por lá até o dia 3 de abril. A declaração foi dada durante uma entrevista no Palácio do Planalto.

Além de Bolsonaro, participaram da reunião o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e o assessor da Presidência Filipe Martins. De acordo com o embaixador de Israel, a viagem de Bolsonaro tem por objetivo aumentar a parceria entre os dois países na área comercial, na área de ciência e tecnologia e na questão da segurança pública.

– Fazer uma pauta econômica, pauta de melhorar as relações exteriores, conhecer mais o governo. É o primeiro passo para surgirem negócios – explicou.

De acordo com assessores, o presidente do Brasil também deverá fazer um roteiro religioso em Israel. Entre os pontos, Bolsonaro deve visitar a basílica do Santo Sepulcro, que fica em Jerusalém. De acordo com a tradição cristã, este é o local onde Jesus Cristo foi crucificado.

O presidente também deve dedicar parte de seu tempo para conhecer a Tumba do Jardim. Acredita-se que neste local tenha acontecido o sepultamento e o milagre da ressurreição de Jesus Cristo.

O Mar da Galileia pode fazer parte do roteiro, mas ainda não foi confirmado. Segundo a Bíblia, foi nas águas da Galileia, ao norte de Israel, que Jesus iniciou sua pregação. Na Galileia também aconteceram os milagres da multiplicação dos peixes e da caminhada sobre as águas.

LEIA TAMBÉM+ EUA: Brasil quer negociar isenção de visto a brasileiros
+ Em transmissão, Bolsonaro fala sobre viagem aos EUA


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo