Leia também:
X CNH digital começará a valer em todo o país em fevereiro

Em vídeo, Temer, Padilha e Marun defendem Previdência

Presidente e ministros falaram sobre o dia do aposentado e defenderam a necessidade da reforma

Henrique Gimenes - 24/01/2018 21h49 | atualizado em 24/01/2018 21h51

Presidente Michel Temer, ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, e ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun Foto: Arte/Pleno.News

Nesta quarta-feira (24), o presidente Michel Temer e os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, e da Secretaria de Governo, Carlos Marun, divulgaram vídeos, em suas redes sociais, para falar do dia dos aposentados. Nas gravações, os três também defendem a necessidade da Reforma da Previdência.

Em seu vídeo, o presidente Michel Temer afirma que a votação da reforma irá acontecer em fevereiro e explica os motivos para o seu governo quer a aprovação da proposta.

– Estamos empenhados em fazer a Reforma da Previdência. Porque digo a você, se não fizermos hoje uma readequação previdenciária, você [aposentado] vai ter prejuízo. Porque acontecerá o que aconteceu na Grécia, em Portugal e aconteceu em muitos espaços universais. Você tem que readequar a Previdência para continuar a receber aposentadoria – destacou.

Dia dos Aposentados brasileiros

Publicado por Eliseu Padilha em Quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

O ministro da Casa Civil parabenizou os aposentados pelo dia e também tratou da Reforma da Previdência. Para ele, é necessário contar com o apoio daqueles que já recebem aposentadoria para garantir que o sistema continue de pé.

– Vocês [aposentados] ainda podem ajudar o Brasil ajudando, agora, a aprovarmos a Reforma da Previdência, que vai garantir a perpetuidade do sistema – ressaltou.

https://www.facebook.com/carlos.marun/videos/1892142440804014/

Já o ministro da Secretaria de Governo afirma que a Previdência precisa ser modernizada “para que se torne mais justo e menos desigual”. Carlos Marun relata que as mudanças são necessárias para garantir o pagamento das aposentadorias.

– Se hoje nós estamos trabalhando com uma questão tão polêmica, é porque nós temos a certeza de que o Brasil precisa dessa reforma.

Leia também1 Maia: Projeto da Eletrobras pode ser aprovado até abril
2 Rombo da Previdência chega a R$ 268,7 bilhões em 2017
3 Marun: Governo irá votar Previdência em fevereiro

Siga-nos nas nossas redes!
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.