Leia também:
X Bahia retoma uso de máscaras e comprovante de vacinação

Em nota, PL afirma que tomará “medidas pela liberdade”

Partido teve R$13,6 milhões bloqueados pelo TSE

Monique Mello - 29/11/2022 11h51 | atualizado em 29/11/2022 12h14

Presidente nacional do Partido Liberal (PL), Valdemar Costa Neto Foto: Marcello Casal JrAgência Brasil

O Partido Liberal, sigla do presidente da Jair Bolsonaro, publicou nota nesta terça-feira (29) afirmando que irá “adotar todas as medidas adequadas para preservar a liberdade”. O posicionamento foi divulgado diante da decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de bloquear cerca de R$ 13,6 milhões em uma conta bancária do partido no Banco do Brasil.

O valor será utilizado para pagar 59,4% da multa de R$ 22,9 milhões aplicada à sigla pelo presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes, no âmbito de uma ação que pedia que votos de 279 mil urnas fossem anulados. Na nota, o PL diz que uma das questões que irá defender é o direito de contestar decisões judiciais sem sofrer qualquer retaliação.

– O Partido Liberal vai adotar todas as medidas adequadas para preservar a liberdade, o direito à livre atividade parlamentar e partidária, o direito à liberdade de expressão e, mais ainda, o direito constitucional e democrático de contestar decisões judiciais sem sofrer qualquer retaliação – diz a nota.

A Corte informou que o bloqueio foi feito na tarde da última quinta-feira (24). Ao aplicar a multa, Alexandre de Moraes também determinou a suspensão dos repasses do Fundo Partidário à sigla até que a punição seja integralmente paga pelo partido.

Leia também1 Valdemar Costa Neto: "Bolsonaro precisa falar com o povo dele"
2 TSE bloqueia R$ 13,6 milhões em conta do PL para pagar multa
3 Lula diz que diplomação será dia 12, uma semana antes do prazo
4 221 militares da reserva emitem nota sobre atos nos quartéis
5 Em reação a Moraes, Valdemar discute travar PEC da Transição

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.