Leia também:
X Governo irá distribuir alimentos a estados e municípios

Em férias, ministro Braga Netto tem mal súbito, mas passa bem

Ministro precisou ser hospitalizado, mas teve alta ainda na manhã desta quinta-feira

Paulo Moura - 25/03/2021 14h56 | atualizado em 25/03/2021 15h40

Ministro Walter Braga Netto Foto: PR/Isac Nóbrega

O ministro-chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto, teve um mal súbito na quarta-feira (24) e precisou ser hospitalizado na Santa Casa de Misericórdia de Maceió, capital de Alagoas, onde estava em férias desde a última segunda-feira (22). O general fez exames para identificar as causas do problema e foi liberado na manhã desta quinta-feira (25).

Segundo nota divulgada pela assessoria de imprensa da Casa Civil, o ministro passa bem e está retornando a Brasília. As férias de Braga Netto na capital alagoana seguiriam até esta sexta-feira (26). O afastamento foi liberado pelo presidente Jair Bolsonaro em 18 de fevereiro e publicado no Diário Oficial da União no dia seguinte.

Enquanto Braga Netto não retorna à capital federal, o general Sergio José Pereira, secretário-executivo da Casa Civil, assume o posto. Confira a íntegra do comunicado divulgado pela pasta:

“A Casa Civil da Presidência da República informa que o ministro Walter Souza Braga Netto teve um mal súbito no dia de ontem (24/03) e foi hospitalizado na Santa Casa de Misericórdia na cidade de Maceió/AL, onde se submeteu a exames detalhados para identificar as causas do sintoma. O ministro recebeu alta na manhã de hoje, passa bem e está retornando a Brasília.”

Leia também1 Governo irá distribuir alimentos a estados e municípios
2 Guedes fala em criar fundo para robustecer programas sociais
3 OAB quer Pazuello processado criminalmente por gestão da pandemia
4 México receberá primeiras doses de vacinas dos EUA no domingo
5 Europa: Impacto econômico de restrições é visível, diz BCE

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.