Leia também:
X Pesquisa mostra empate técnico entre Bolsonaro e Lula

Em debate, Bolsonaro cita caso do petista que matou ex-mulher

Menção ocorreu após jornalista questioná-lo sobre casos de violência política no país

Pleno.News - 25/09/2022 11h07 | atualizado em 26/09/2022 13h05

Ezequiel Lemos Ramos Foto: Reprodução / Youtube / SBT

Durante o debate com presidenciáveis, neste sábado (24), o presidente Jair Bolsonaro (PL) mencionou o caso do petista Ezequiel Lemos Ramos, acusado de matar a ex-mulher e o filho. A declaração ocorreu após uma jornalista questioná-lo sobre casos de violência política no país.

Na ocasião, Clarissa Oliveira, da revista Veja, lembrou do episódio em que, na campanha de 2018, o chefe do Executivo afirmou que ia “fuzilar a petralhada”. A comunicadora, então, o perguntou se ele se arrependia de sua fala.

O chefe do Executivo, por sua vez, afirmou que a pergunta fugia ao “jornalismo sério”.

– Querer me responsabilizar por essas ações não tem cabimento. Querer imputar a mim essa responsabilidade foge ao jornalismo minimamente sério e é lamentável, com todo o respeito, o seu posicionamento – declarou Bolsonaro.

Na sequência, ele lembrou do caso de Ezequiel, de 39 anos, que assassinou a tiros a esposa, Michelli Nicolich, de 37, e o filho mais novo, Luiz Inácio, de 2. O mais velho, de 5 anos, não chegou a ser atingido. O crime ocorreu em setembro.

– Falar de um caso agora de um petista que tinha inclusive uma tatuagem do Lula no ombro e matou a esposa e um filho de 2 anos. Querer me responsabilizar por essas ações não tem cabimento. Eu diminuí em mais de 40% as mortes violentas em nosso Brasil, com as políticas mais variadas – pontuou.

Ezequiel está preso preventivamente, e responderá pelos crimes de feminicídio, duplo homicídio doloso qualificado, tentativa de homicídio e emboscada.

Leia também1 SP: Ministro Paulo Guedes é aplaudido em restaurante
2 Ator José Dumont vira réu por armazenar pornografia infantil
3 Cabeleireiro é preso após levar filhos menores para motel
4 MG: Avião que levava Bolsonaro arremete após problema na pista
5 Entregador reage a assalto, toma arma e atira contra ladrão

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.