Em culto, Edir Macedo fala de conchavos e ora por Bolsonaro

Religioso pediu a Deus para remover “aqueles que querem amarrá-lo”

Pleno.News - 20/05/2019 18h55

Bispo Edir Macedo Foto: Reprodução

Neste domingo (19), o bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) esteve no Rio de Janeiro para um culto. Na cerimônia, ele denunciou conchavos de políticos e orou pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella.

Aos fiéis, ele comentou as últimas notícias que falam sobre um possível impeachment de Bolsonaro

– Os que estão sofrendo querendo fazer impeachment é porque estão perdendo e querem fazer dinheiro para as próximas eleições. Os políticos que querem tomar o lugar é porque querem fazer caixa e voltar a roubar como antigamente. Tem muita coisa podre que vocês não sabem e que deveriam ser ditas por eles mesmos. Vamos mudar essa situação pela fé – explicou.

Ao orar pelo presidente, o religioso pediu a Deus para remover “aqueles que querem amarrá-lo”.

– Nós elegemos Bolsonaro então seja com ele meu Pai. Seja com ele. Remova aqueles que querem amarrá-lo, que querem impedi-lo dele fazer um excelente governo. Ele pegou esse país, meu pai, caído, quebrado, assaltado, roubado, espoliado, desgraçado, pra mudar a história dele meu pai. Então eu te peço, fortaleça, meu pai, o Bolsonaro – ressaltou.

O bispo também orou por Crivella e pediu ajuda contra o processo de impeachment.

– O Crivella, que está enfrentando o impeachment do inferno, porque ele quer fazer o que é certo e acabar com as mamatas que vem se perpetuando de governos passados – destacou.

LEIA TAMBÉM+ Kajuru quer explicações de Onyx sobre texto de Bolsonaro
+ Bolsonaro desmente colunista da Folha: "100% Fake News!"


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo