Leia também:
X Motociclista é lançado para fora de ponte após colisão com carro

Eleições: Bolsonaro diz que agora é ‘quase impossível’ ter fraude

Presidente disse confiar na auditoria das Forças Armadas

Pierre Borges - 23/11/2021 13h25 | atualizado em 23/11/2021 14h01

Presidente Jair Bolsonaro Foto: EFE/Ricardo Moraes

O presidente Jair Bolsonaro declarou nesta segunda-feira (22) que será “quase impossível” haver uma fraude nas eleições presidenciais de 2022. A fala ocorreu em conversa com apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada.

– O ideal é o voto no papel, impresso. Mas agora fica quase impossível uma fraude [nas eleições de 2022], porque partimos do princípio de que não vai virar cooptação de militar nessa questão – disse em referência à participação das Forças Armadas na auditoria das urnas eletrônicas.

Além das Forças Armadas, outras nove instituições também poderão participar do processo de fiscalização do aparelho. O presidente disse que os militares irão “participar da primeira fase, do código-fonte, até a sala secreta. Não vai ter problema”.

Apesar das falas de Bolsonaro, as Forças Armadas teriam decidido não participar do teste público de segurança das urnas eletrônicas, de acordo com o comentarista Caio Junqueira, da CNN Brasil. Para a instituição militar, o teste seria insuficiente para atestar a segurança do sistema.

Bolsonaro também ironizou o voto eletrônico ao comentar a falha do aplicativo do PSDB que causou o adiamento das prévias presidenciais da sigla.

– Vocês viram a confusão ontem? Não vou falar disso, porque eu não tenho nada a ver com outro partido. Mas deu uma confusão em São Paulo ontem. É o tal do voto eletrônico – disse.

Leia também1 Motociclista é lançado para fora de ponte após colisão com carro
2 Ganhador da Mega-Sena pode ser preso por não pagar pensão
3 Covid: Diretora da OMS diz que o mundo está à beira da 4ª onda
4 Heleno diz que há dependência mútua entre Brasil e China
5 Samuel Messias e Midian Lima lançam single juntos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.