CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Senado recebe pedido de impeachment contra Gilmar

Eduardo: “Venezuela e Cuba são escória da humanidade”

Para o deputado, países tem um povo maravilhoso, mas governos são autoritários

Henrique Gimenes - 14/03/2019 16h18 | atualizado em 14/03/2019 17h35

Deputado Eduardo Bolsonaro Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Nesta quinta-feira (14), Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) foi eleito presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados. Durante seu discurso de posse, o parlamentar chamou países como Cuba e Venezuela de “escória da humanidade” por causa de “práticas autoritárias”.

– Vamos virar a página de nos aliarmos apenas com a escória da humanidade, com países como Cuba e Venezuela, que têm um povo maravilhoso. No entanto, não podemos corroborar práticas autoritárias como ocorre com o povo cubano, onde há anos ocorre racionamento de alimentos, ou na Venezuela, onde as pessoas estão morrendo de fome em virtude de uma ditadura ligada ao tráfico de drogas e ao terrorismo

Eduardo Bolsonaro foi escolhido presidente da Comissão após um acordo entre os partidos. Ele foi o único candidato disputando o posto, sendo eleito com 25 votos a favor e oito votos em branco. O deputado disse que uma de suas prioridade no comando da comissão será “a crise humanitária que assola a Venezuela”.

– Com o presidente Jair Bolsonaro, ao lado de Iván Duque na Colômbia, Donald Trump nos Estados Unidos, Mauricio Macri, na Argentina, Sebastián Piñera no Chile e Mario Abdo Benítez no Paraguai, há esperança – destacou.

O parlamentar deve permanecer à frente do cargo pelo período de um ano.

Leia também1 Câmara homenageia vítimas e bombeiros de Brumadinho
2 Reforma da Previdência tem 149 votos, aponta pesquisa

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo