Leia também:
X Pesquisa diz que Lula ‘herda’ 21% dos votos de Bolsonaro de 2018

Eduardo rebate Amanda: ‘Sou contra dividir a sociedade’

Deputado se manifestou após ser alvo de críticas

Pleno.News - 07/02/2022 11h46 | atualizado em 07/02/2022 12h41

Jornalista Amanda Klein e o deputado federal Eduardo Bolsonaro Fotos: Reprodução/Jovem Pan News e EFE/EPA/ERIK S. LESSER

O deputado federal Eduardo Bolsonaro usou as redes sociais para rebater críticas feitas pela jornalista Amanda Klein.

No programa Jornal da Manhã da Jovem Pan News desta segunda-feira (7), Amanda se manifestou a respeito de uma publicação do parlamentar sobre a cratera na obra da Linha 6 do Metrô de São Paulo e a contratação de mulheres engenheiras.

– O deputado Eduardo Bolsonaro publicou uma edição infame, um vídeo relacionando à cratera do metrô aqui, de São Paulo, da empresa multinacional Acciona; a um vídeo da Acciona que mostra que tem contratado mais mulheres como engenheiras e também para desempenhar outras funções. E, nessa versão absurda do vídeo, ele vincula a queda, o desmoronamento, como se esse desmoronamento fosse em função da maior contratação de mulheres – falou Amanda.

Eduardo Bolsonaro comentou o vídeo que mostra as críticas de Klein e a resposta do ex-ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles.

– Prezada Amanda Klein, não sou contra contratar engenheiras. Sou contra dividir a sociedade por sexo. Tenha o sexo que for, que contrate-se pela competência, pois hoje é por sexo e amanhã? Cor de pele? Religião? Ricardo Salles acertou na mosca! Assunto encerrado – rebateu o deputado.

Leia também1 Pesquisa diz que Lula 'herda' 21% dos votos de Bolsonaro de 2018
2 Queiroga diz que área da Saúde tem discutido 4ª dose da vacina
3 Ciro Nogueira: "Determinação é reduzir impostos do diesel"
4 Moro rebate PT: 'Roubalheira tirou Lula da disputa em 2018'
5 Twitter suspende perfil de Eduardo Bolsonaro, mas recua

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.