Leia também:
X Operação da PF mira deputado federal Paulinho da Força

Eduardo: Ideologia de gênero “será sepultada” no novo MEC

Deputado comentou escolha do pastor Milton Ribeiro para o Ministério da Educação

Paulo Moura - 14/07/2020 08h08 | atualizado em 14/07/2020 08h36

Deputado Eduardo Bolsonaro Foto: Reprodução

Em conversa com jornalistas no fim da tarde de segunda-feira (14), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) comentou a escolha do novo ministro da Educação, o pastor Milton Ribeiro. Durante a conversa com os profissionais de imprensa, o parlamentar disse não conhecer o novo comandante do MEC, mas acredita que ele não dará espaço para temas caros à esquerda, como a ideologia de gênero.

– Esperançoso, acho que determinadas matérias serão sepultadas de pronto, matérias que são caras à esquerda, como a ideologia de gênero, dificilmente terão espaço com o novo ministro – disse.

Eduardo também aproveitou para criticar a atitude de parte da imprensa de caracterizar alguns integrantes do governo com a alcunha de “ala”, geralmente dividida entre “ideológica” e “militar, e ressaltou que membros de outros governos, que atuavam com atitudes ideológicas, não eram classificados de tal forma.

– Eu fico me perguntando que ministros anteriores do PT passaram pelo MEC e nunca disseram que eles eram ideológicos. Chega a ser curioso como que agora taxam determinadas pessoas como sendo “ideológicas” ou “olavistas”, isso aí, me permite [dizer que] vocês da imprensa, uma parte de vocês tem uma análise muito equivocada, fala “ala militar”, “ala ideológica”, e na verdade os militares são diferentes entre si, tem pessoas aqui com vasto currículo, é quase que diminuí-los – completou.

Leia também1 Naya Rivera salvou filho antes de se afogar, diz polícia
2 Em reestruturação, governo demite coordenadora do Inpe
3 Taxa de cura da Covid-19 volta a crescer em hospitais do país
4 UFRJ fará evento "plural" com convidados só de esquerda
5 Mourão diz que Gilmar 'forçou a barra' ao criticar militares

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.