Leia também:
X Polícia prende 11 por investir em milícia da Muzema, no RJ

Eduardo fala de Embaixada: ‘No Congresso sou só mais um’

Deputado federal deu novas justificativas para se tornar embaixador

Camille Dornelles - 16/07/2019 11h25 | atualizado em 18/07/2019 12h29

Eduardo Bolsonaro defende se tornar embaixador Foto: Reprodução/RedeTV!

Nesta terça-feira (16), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) voltou a defender sua ida para a Embaixada do Brasil nos Estados Unidos. Ele fez uma publicação em suas redes sociais defendendo seu trabalho em uma loja Popeyes no país.

Ao receber um comentário de um seguidor que pediu que ele ficasse no Brasil, deu novos motivos para sua partida.

– Pode ter certeza, no exterior teria papel importante também. Além de botar em contato os altos escalões dos governos dos Estados Unidos e Brasil, o que é, para mim, a principal função de um embaixador, seria porta-voz do Brasil não só para os Estados Unidos, mas para boa parte da mídia internacional – declarou.

Ele afirmou que é importante para a função por ser de direita.

– Hoje os únicos que fazem essa conexão são da extrema esquerda, por isso muitos estrangeiros acham que o Brasil viveu um golpe em 2016 ou que temos um presidente racista, homofóbico e fascista, por exemplo – declarou.

Ao final da mensagem, o parlamentar afirmou acreditar que será mais útil na embaixada do que na Câmara dos Deputados.

– No Congresso fico engessado, quase sempre mais um dentre os 513 deputados – declarou.

Leia também1 Bolsonaro: “O Brasil precisa de uma quimioterapia”
2 Porta-voz: 'Bolsonaro ainda avalia Eduardo em embaixada'
3 Bolsonaro sobre Eduardo: 'Se tem críticas, é a pessoa certa'

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.