Leia também:
X Após falas sobre nazismo, Casoy critica Monark: Idiota e canalha!

Eduardo fala em “ganhar e jogar Lula no lixo da história”

Deputado fez vídeo com duras críticas ao ex-presidente

Gabriela Doria - 09/02/2022 17h50 | atualizado em 09/02/2022 18h32

Deputado Eduardo Bolsonaro falou em “jogar Lula no lixo da história” Foto: EFE/ Fernando Bizerra

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) fez duras críticas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nesta quarta-feira (9), em seu Twitter.

Em um vídeo nas redes sociais, o parlamentar divulgou um vídeo reforçando que acredita na reeleição do pai, o presidente Jair Bolsonaro.

– Vocês acham que esse pessoal quer voltar ao poder para quê? [Com] Jair Bolsonaro ganhando essa eleição, e eu tenho fé em Deus [de] que vai ganhar, a gente vai dar um golpe que vai acabar com o Lula. Vamos jogar ele no lixo da história, onde ele merece – disse o deputado.

Eduardo também acusou Lula fazer uma “manobra” no Supremo Tribunal Federal (STF) para escapar das condenações, apontando que os governos do PT indicaram vários ministros à Corte.

– Lula conseguiu se safar da cadeia, mas a população vai dizer a ele o seu local certo: o lixo da história de Luiz Inácio Lula da Silva. E aí, eu te digo, não vai ter petismo para ele poder se salvar – afirmou.

O filho 03 do presidente também negou a existência de um “modo de pensar” do PT. Para ele, há uma redoma em torno de Lula.

– E, quando esse líder cai, eles vão demorar pelo menos, eu chuto, uns 10, 15 anos, para poder voltar a mentir e te enganar de novo – disse Eduardo.

Leia também1 Lula fala em 'regular a imprensa' e diz ser "vítima de censura"
2 Eduardo Bolsonaro quer levar Kataguiri ao Conselho de Ética
3 TV "de Doria" diz que não se deve comparar comunismo e nazismo
4 Bolsonaro participa de 'jegueata' com ministros e apoiadores
5 Eduardo cita representação contra petista que invadiu igreja

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.