Leia também:
X “Obrigado”, diz Bolsonaro sobre camisa autografada por Pelé

“Boulos tentou me censurar com ação no STF”, diz Eduardo

Deputado disse que ação foi resultado de críticas "a bandos como o MTST"

Ana Luiza Menezes - 20/11/2020 09h31 | atualizado em 20/11/2020 10h20

Deputado federal Eduardo Bolsonaro Foto: Reprodução

Em suas redes sociais, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) destacou que Guilherme Boulos, candidato do PSOL à Prefeitura de São Paulo, tentou censurá-lo ao mover uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF).

Porém, após pedido de vista do ministro Edson Fachin, do STF, o julgamento da queixa-crime apresentada por Boulos foi suspenso.

– Boulos tentou me censurar com ação no STF por tuitar críticas a bandos como o MTST. O ministro Marco Aurélio (relator) reconheceu que Boulos carece de legitimidade, que eu tenho imunidade parlamentar e fixou que Boulos deve pagar R$ 10.000 à minha advogada, Karina Kufa. Mininistro Fachin pediu vistas – declarou Eduardo Bolsonaro.

Em 2018, Boulos acusou o deputado do PSL de calúnia e difamação por conta de postagens no Twitter. Em uma delas, Eduardo Bolsonaro afirmou que o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), do qual Boulos é coordenador, havia invadido um edifício, que desabou após um incêndio.

Segundo o site ConJur, antes de Fachin, o ministro Marco Aurélio Mello, relator do caso, já tinha votado pela rejeição da queixa de Boulos. Para Mello, não houve acusações ou atribuições de crimes a Boulos, mas apenas ao MTST.

– O fato de figurar como coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto não o qualifica como vítima e não lhe confere legitimidade para, em nome próprio, ingressar com a queixa-crime, uma vez não destinatário das manifestações – observou o relator.

Publicação do deputado Foto: Reprodução

Leia também1 "Obrigado", diz Bolsonaro sobre camisa autografada por Pelé
2 Bolsonaro apresentará nova MP da regularização fundiária
3 Brasil acusará empresas por importação de madeira ilegal
4 Líderes evangélicos registram encontro com Jair Bolsonaro
5 'Urna eletrônica sem voto impresso não oferece segurança ao eleitor', diz Bia Kicis

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.