Leia também:
X Guedes defende processo de desburocratização do Brasil

Edson Fachin cobra a PF sobre inquérito que investiga Maia

Presidente da Câmara é apontado como possível beneficiado por repasses da Odebrecht

Ana Luiza Menezes - 12/08/2019 16h05 | atualizado em 12/08/2019 16h33

Edson Fachin cobra a PF sobre inquérito que investiga Rodrigo Maia Foto: Arte/Pleno.News

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, cobrou a Polícia Federal sobre o andamento de um inquérito que investiga se repasses ilegais da Odebrecht beneficiaram o presidente da Câmara, Rodrigo Maia e seu pai, Cesar Maia, vereador e ex-prefeito do Rio de Janeiro.

Segundo a revista Época, a investigação tinha sido prorrogada pelo ministro, que emitiu um despacho no último dia 2 de agosto sobre o caso.

– Transcorrido o lapso temporal deferido já no âmbito de prorrogação, determino seja intimada a autoridade policial para fins de apresentação da respectiva peça informativa – informou o texto dele.

Um relatório da PF, de janeiro desse ano, foi enviado ao STF em abril juntamente com um pedido da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, de prorrogação do inquérito sobre Maia. O relator é o ministro Fachin. Na ocasião, a investigação encontrou indícios de corrupção e lavagem de dinheiro. O objetivo é apurar supostos pagamentos ilícitos aos políticos entre 2003 e 2013.

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.