Leia também:
X Monalisa Perrone dá bronca em Witzel ao vivo na CNN

Doria prorroga quarentena em SP, mas anuncia flexibilização

Governador confirmou que medidas de retorno à normalidade devem iniciar em 1° de junho

Paulo Moura - 27/05/2020 13h12 | atualizado em 27/05/2020 14h00

João Doria, governador de São Paulo Foto: Reprodução/TV Globo

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou nesta quarta-feira (27) que a quarentena imposta no estado como forma de evitar a proliferação do novo coronavírus será estendida por mais 15 dias, ou seja, até o dia 15 de junho. Entretanto, ele também declarou que o governo iniciará, a partir da próxima segunda-feira (1°), flexibilizações da medida.

Durante o anúncio, o chefe do Executivo paulista declarou que as estratégias de retorno à normalidade serão avaliadas constantemente, e que as medidas restritivas poderão retornar caso a administração pública ache necessário.

– É uma nova fase, uma nova prática, que vai permitir em algumas áreas a retomada gradual e segura de atividades. Quero alertar, no entanto, que a retomada parte da colaboração de todos. Se tivermos que dar um passo atrás e retomar medidas, nós faremos para proteger vidas – afirmou.

A flexibilização faz parte do chamado Plano São Paulo, que é o nome do planejamento para reabertura do comércio. Dentro da estratégia, foram priorizados setores que oferecem menor risco de contágio, os que empregam mais e os que correm mais risco de falência.

– O vírus afetou fortemente a economia do Brasil e obviamente afetou fortemente a economia do estado que lidera a economia, que é São Paulo. Mesmo assim, São Paulo decidiu, com base na ciência, manter 74% das atividades em funcionamento do estado – declarou Doria.

O estado paulista está em quarentena desde 24 de março, e a flexibilização das regras foi anunciada no começo da semana. Na terça-feira (26), todos os 645 municípios do estado mandaram dados de saúde que computaram o impacto do megaferiado. Os números foram utilizados nas avaliações sobre as estratégias de relaxamento do isolamento.

Leia também1 Deputados aprovam renda auxiliar para o setor cultural
2 Governo vai divulgar lista de quem recebeu auxílio
3 Weintraub terá que se explicar sobre 'vagabundos do STF'
4 Doria pagou R$ 242 mi à China por respiradores atrasados
5 Doria quer adotar "quarentena inteligente" a partir de junho

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.