Leia também:
X Governo do Amazonas apresenta plano de reabertura

Doria paga três vezes mais que ministério por cada respirador

Compra recente no valor aproximado de R$ 550 milhões é alvo de inquérito no MP de São Paulo

Paulo Moura - 01/05/2020 16h38 | atualizado em 01/05/2020 16h40

Governador de São Paulo, João Doria Foto: Divulgação

Uma compra de respiradores feita sem licitação pelo governador de São Paulo, João Doria, chamou a atenção do Ministério Público de São Paulo recentemente, e até motivou a abertura de um inquérito, em razão dos custos.

Os 3 mil aparelhos adquiridos pela administração estadual vieram da China a um custo de 100 milhões de dólares (R$ 550 milhões). Tomando como base o valor total da compra dos equipamentos, chegamos ao preço de R$ 183 mil, em média, por cada item.

Para efeito de comparação, o Ministério da Saúde optou por fazer uma aquisição recente do item, optando pela indústria nacional, no valor de R$ 322,5 milhões por 6,5 mil unidades do aparelho, resultando em uma média de pouco mais de R$ 49 mil por equipamento.

Ao final, comparando as duas aquisições, chegamos ao resultado de que a compra paulista custou 373% mais caro que a opção feita pelo Ministério de Saúde que, além disso, priorizou a indústria local.

Apesar de considerarmos as taxas e os custos de importação do produto, é plausível entender os motivos que levaram o MP paulista a instaurar o procedimento para investigar a aquisição feita pelo governo de João Doria.

Leia também1 Aras avisa para Sergio Moro que não aceita ser intimidado
2 Guedes recebeu "conselho" de Doria para deixar governo
3 Web se une para dar recado: #DireitaRaizEBolsonaro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.