Leia também:
X Juiz bloqueia bens de prefeito acusado de furar fila da vacina

Doria é criticado e chama Carlos Bolsonaro de “Tonho da Lua”

Vereador e governador de SP trocaram farpas nas redes sociais

Pleno.News - 20/04/2021 17h18 | atualizado em 20/04/2021 17h43

Governador de SP, João Doria, e vereador Carlos Bolsonaro Foto: Arte/Pleno.News

Nesta terça-feira (20), o vereador Carlos Bolsonaro, do Rio de Janeiro, trocou farpas com o governador de São Paulo, João Doria, ao falar sobre a inflação no país.

A “discussão” começou após Carlos Bolsonaro lembrar que o presidente Jair Bolsonaro diminuiu impostos de vários itens no país e de dizer que governadores aumentaram tributos. Ele compartilhou uma reportagem com a foto de Doria para ilustrar.

– O presidente diminui impostos de combustíveis, alimentos e medicamentos, então os santos governadores aumentam os seus… Então, a turma do quarto escuro, junto com grande parte da mídia, coloca a culpa em quem? Uma caninha 51 e uma calcinha de lycra tamanho P para quem errar – escreveu.

O governador de São Paulo, então, falou sobre a questão do aumento dos preços no país e, sem citar Carlos Bolsonaro e sua família, fez referência às personagens da novela Mulheres de Areia.

– Tonho da Lua em mais um surto. Até Ruthinha sabe que a culpa dos preços altos é do papai. Brasil tem inflação acumulada de 87,5% nos 12 meses encerrados em fev/21 – IBGE. Até minha calça apertada está mais cara. Só a família que vive de rachadinha não sofre com aumento dos preços – rebateu.

Leia também1 Em carta a Biden, artistas pedem 'boicote' a acordo com Bolsonaro
2 Collor: Com Lula e Bolsonaro, '3ª via' vai ser triturada em 2022
3 Braga Netto: 'É preciso respeitar o projeto escolhido pela maioria'
4 STF pede explicação a Bolsonaro em ação sobre "ataques" à mídia
5 Feliciano expõe contradições da chefe da Capes e cobra governo

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.