Leia também:
X Paes sugere a Rodrigo Maia que se acalme e coma sorvete

Doria ameaça o governo por resposta sobre leitos e seringas

Governador de São Paulo disse que, se tiver resposta do Ministério da Saúde, o tema será judicializado

Pleno.News - 05/02/2021 15h41 | atualizado em 05/02/2021 17h28

Governador de SP, João Doria Foto: Divulgação

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que, se até o final do dia desta sexta-feira (5), não tiver resposta positiva do Ministério da Saúde com relação ao fechamento de 3.258 leitos de Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) da Covid-19 no estado e sobre a falta de oferta de seringas, na segunda feira (8) o assunto será judicializado.

Durante a coletiva desta sexta, tanto o governador quanto o secretário estadual de Saúde, Jean Carlo Gorinchteyn, criticaram a redução de investimentos do Ministério da Saúde em Unidades de Tratamento Intensivo em todo o país e a falta de comunicação da pasta com relação às 15 milhões de seringas e agulhas que deveriam ser distribuídas a todos os estados pela pasta.

Tanto o governador paulista quanto o secretário de saúde acusaram a pasta de quebrar o pacto federativo, ao impor a desabilitação dos leitos, e acusaram o ministério de agir com “viés político” no enfrentamento à pandemia no país.

*Estadão

Leia também1 Bolsonaro diz que governo quer ICMS fixo sobre os combustíveis
2 'Churrasco grátis a quem matar Doria' faz comerciante ser preso
3 Pazuello presta depoimento à PF sobre colapso em Manaus
4 Prefeita que desafiou Doria: 'Não sou negacionista, sou realista'
5 Pressionado, Doria diminui restrições ao comércio e ao lazer

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.