CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Feliciano: “Queria incentivar debate sobre atos de Mourão”

Dodge quer que Aécio seja investigado na Justiça Federal

Procuradora recomendou investigação sobre doações da Odebrecht para o ex-governador de MG

Ana Luiza Menezes - 24/04/2019 22h01 | atualizado em 25/04/2019 11h11

Aécio Neves Foto: Agência Brasil/Wilson Dias

Segundo o site O Antagonista, a procuradora-geral da República do Brasil, Raquel Dodge, quer uma investigação sobre doações da Odebrecht para Aécio Neves. Para ela, a investigação precisa tramitar na primeira instância da Justiça Federal e não na Justiça Eleitoral.

Junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), Dodge argumentou que os R$ 6 milhões que o senador teria recebido na campanha de 2014 não seriam caixa 2, e sim propina. Segundo ela, o acordo teria acontecido em troca de favorecimento à construtora no Congresso e no governo de Minas Gerais.

Procuradora-geral da República, Raquel Dodge Foto: Lula Marques/AGPT

– No estágio atual da apuração existem fortes indícios de que a vantagem indevida foi paga em razão da função pública desempenhada por Aécio Neves – disse ela.

A defesa de Aécio acusa Raquel de tentar uma manobra para impedir que o caso vá para a Justiça Eleitoral.

Leia também1 Feliciano: "Queria incentivar debate sobre atos de Mourão"
2 Bolsonaro agradece esforço de Maia pela nova Previdência
3 Rodrigo Maia rejeita pedido de impeachment de Mourão

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo