Leia também:
X Pazuello diz que fez tudo por Manaus e critica a imprensa

Disputa com Bolsonaro teria feito Doria antecipar vacinação

"Reconheceu que tinha uma disputa política entre ele e o presidente Jair Bolsonaro", disse Wellington Dias, governador do Piauí

Ana Luiza Menezes - 18/01/2021 20h02 | atualizado em 19/01/2021 10h57

Governador de São Paulo, João Doria Foto: Reprodução

Wellington Dias (PT), governador do Piauí, disse à CNN Brasil que João Doria (PSDB), governador de São Paulo, admitiu que antecipou a vacinação por uma disputa política com o presidente Jair Bolsonaro.

– Ele falou que seria importante não passar a ideia de divergência. Também reconheceu que tinha uma disputa política entre ele e o presidente Jair Bolsonaro. Falei para ele que nós não estávamos nessa disputa – disse Dias.

Apesar de confirmar que ligou para o governado do Piauí, Doria negou que o início da vacinação tenha sido motivado por qualquer influência política.

Dias é coordenador do tema de vacinas no Fórum dos Governadores. Ele revelou ainda que os outros estados não pensam em processar Doria por ter antecipado a imunização em São Paulo.

Leia também1 MP de Contas vê sobrepreço em compra de máscaras por Doria
2 Butantan se preocupa com falta de matéria-prima para vacina
3 "Doria é canastrão e tenta tirar proveito eleitoral da vacina"
4 SP pede autorização de mais 4,8 milhões de doses da Coronavac
5 Bolsonaro: "Vacina é do Brasil, não é de nenhum governador"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.