Leia também:
X Renan diz que fala de ministro é “criminosa” e quer Onyx na CPI

Deputado Luis Miranda promete ‘revelar’ a verdade na sexta-feira

Parlamentar afirmou que os documentos sobre a Covaxin "falam por si só"

Henrique Gimenes - 23/06/2021 21h32 | atualizado em 23/06/2021 21h57

Deputado Luis Miranda ao lado do presidente Jair Bolsonaro Foto: Reprodução

Após as declarações do ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Onyx Lorenzoni, o deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) usou as redes sociais para afirmar que o “Brasil saberá a verdade” nesta sexta-feira (25). O parlamentar disse, nesta quarta-feira (23), que levou pessoalmente provas ao presidente Jair Bolsonaro sobre irregularidades na compra da vacina indiana Covaxin.

Mais cedo, Lorenzoni disse que o presidente Jair Bolsonaro quer que a Polícia Federal (PF) abra um processo para investigar as declarações do deputado federal Luís Miranda (DEM-DF) sobre a suposta corrupção no contrato para a compra da vacina indiana Covaxin. No mesmo processo será incluída a investigação das condutas de seu irmão, Luis Ricardo Miranda, chefe de importação do Departamento de Logística em Saúde do Ministério da Saúde.

Em suas redes sociais, Luis Miranda disse que “os documentos falam por si só”. Ele irá depor à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid nesta sexta.

Sexta-feira o Brasil saberá a verdade e os documentos falam por si só… Se ficarmos calados, já será suficiente para todos os brasileiros se revoltarem e ainda entender quem está atrasando o Brasil!! – escreveu.

Onyx Lorenzoni chegou a afirmar ainda que será aberto um processo interdisciplinar na Controladoria-Geral da União (CGU) para investigar as atividade do irmão de irmão de Luís Miranda, Luis Ricardo, que tem acesso direto aos contratos firmados pelo Ministério da Saúde. O ministro disse que o parlamentar vai “vai ter que pagar, vai ter que se ver conosco” e levantou a suspeita de que os irmão tenham falsificado algum documento.

Leia também1 Governo acusa deputado de mentir sobre Covaxin e aciona PF
2 Renan diz que fala de ministro é "criminosa" e quer Onyx na CPI
3 'Não mandei explodir nada sobre a Covaxin', afirma Lira
4 Queiroga sobre Covaxin: 'Não foi comprada sequer uma dose'
5 CPI convoca ex-coordenador na Saúde por compra da Covaxin

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.