Leia também:
X Eduardo: ‘Sonho de voltar a assaltar carteiros terminou’

Deputado intimida vereadora na tribuna: ‘Merecia tiro na cara’

Amauri Ribeiro discursou na Assembleia de Goiás contra a vereadora Luciula do Recanto

Gabriela Doria - 07/08/2021 10h06 | atualizado em 07/08/2021 10h10

Deputado Amauri Ribeiro afirmou que vereadora “merecia tiro na cara” Foto: Alego/Y. Maeda

O deputado estadual Amauri Ribeiro (Patriota-GO), conhecido localmente como “deputado do chapéu”, fez discurso em tom ameaçador na tribuna da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) contra a vereadora de Goiânia Luciula do Recanto (PSD). A parlamentar, que é fundadora de uma ONG pró-animais, foi alvo de intimidação em público.

– Eu fico p*** quando vejo uma vereadora, igual essa aí de Goiânia, que se diz protetora de animais, arrebentar o portão da casa de um cidadão, sem mandado, sem ordem judicial, porque ela também não é polícia, nem com ordem ela podia invadir uma casa. Pra mim, merecia um tiro na cara. Quem invade o que não é seu, não merece nem viver – disparou Amauri.

Na ocasião do discurso, Amauri falava sobre a titularização de terras assentadas em Goiás, e defendia o direito à propriedade privada.

– As pessoas têm direito de defender o que é seu, a sua propriedade – afirmou.

O motivo da ira do deputado foi uma ação de Luciula em maio deste ano, quando ela acionou a Guarda Metropolitana e a Agência Municipal de Meio Ambiente para denunciar uma criação de galos em Goiânia para rinha. Na ocasião, as autoridades resgataram 30 galos, que seria vendidos aos Estados Unidos, para serem usados em rinhas no Texas. Também foram resgatados cães que eram usados para procriação e vendidos.

A Câmara Municipal de Goiânia emitiu nota de repúdio, nesta sexta (6), e afirmou que irá tomar medidas jurídicas contra as declarações “intimidatórias” e “em tom de ameaça” proferidas pelo parlamentar.

NOTA DE REPÚDIO
A Câmara Municipal de Goiânia lamenta e repudia profundamente as declarações intimidatórias, em tom de ameaça, do deputado estadual Amauri Ribeiro dirigidas à vereadora Luciula do Recanto durante pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa.

A Mesa Diretora determinou nesta sexta-feira (6/8) à Procuradoria Geral a adoção das medidas legais cabíveis em defesa da honra e do livre direito de atuação, manifestação e expressão da vereadora e dos demais 34 vereadores que compõem o Plenário do Poder Legislativo da Capital.

Goiânia (GO), 6 de agosto de 2021
Mesa Diretora da Câmara Municipal de Goiânia

Leia também1 Eduardo: 'Sonho de voltar a assaltar carteiros terminou'
2 Joice será indenizada em R$ 25 mil após ser chamada de 'Peppa Pig'
3 CPI: Aras é contra a quebra de sigilo de assessores de Bolsonaro
4 Ministros do STF descartam risco de ruptura democrática
5 Após críticas de Bolsonaro, Barroso publica indireta na web

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.