Leia também:
X Após 3 prisões, Beto Richa volta à vida pública no Paraná

Deputado denuncia Lula no MP por elogios a Maninho do PT

Para Danilo Balas, ex-presidente pode ter incorrido em incitação e apologia ao crime

Pleno.News - 13/07/2022 12h40 | atualizado em 13/07/2022 13h39

Ex-presidente Lula Foto: EFE/André Coelho

O deputado estadual Danilo Balas (PL-SP) protocolou uma representação no Ministério Público de São Paulo contra Luiz Inácio Lula da Silva (PT), após o ex-presidente tecer elogios e agradecimentos ao ex-vereador Manoel Eduardo Marinho, também conhecido como Maninho do PT, que ficou preso por sete meses por tentativa de homicídio. Para o parlamentar, o ex-chefe do Executivo pode ter incorrido em incitação e apologia ao crime, durante ato político realizado em Diadema (SP), no último sábado (9).

– Em seu discurso, o ex-presidente Lula agradece uma pessoa por ter agredido outra pessoa, em contraponto ao nosso ordenamento jurídico que veda todo tipo de condutas violentas, incitação a crime, apologia a crime, bem como, exercício arbitrário das próprias razões – diz o texto do documento.

Maninho do PT e seu filho, Leandro Eduardo Marinho, empurraram o empresário Carlos Alberto Bettoni contra o para-choque de um caminhão, no ano de 2018, em frente ao Instituto Lula, no Bairro do Ipiranga, em São Paulo, após uma discussão. A vítima bateu a cabeça, sofrendo traumatismo craniano, e ficou desacordada. Maninho e Leandro não chegaram a prestar socorro.

No discurso em Diadema, Lula agradeceu ao ex-vereador e disse que ele ficou preso por defendê-lo de xingamentos.

– Aqui, há um companheiro que não sei se está presente: é o Maninho. Esse companheiro, o Maninho, por me defender, ficou preso por sete meses. Isso porque resolveu não permitir que um cara ficasse me xingando na porta do Instituto Lula – assinalou o ex-presidente.

Segundo Danilo Balas, o fato se torna ainda mais grave, pois o ex-presidente publicou vídeo da declaração em suas redes sociais.

– Um ex-presidente, com milhares de seguidores, que publica mensagens de elogio a agressão, incentiva militantes a atentarem contra direitos fundamentais, e esse contexto como um todo corresponde a verdadeira afronta aos princípios e direitos mais essenciais e fundamentais existentes – acrescentou Balas.

Deputado estadual Danilo Balas Foto: Arquivo Pessoal

Leia também1 Após apoiar Lula, Anitta diz que Marina é 'presidente dos sonhos'
2 Votação da PEC dos Benefícios é suspensa após apagão; PF apura
3 Câmara aprova texto-base da PEC dos Auxílios em 1º turno
4 Vieira aciona STF contra do Val, Pacheco e Alcolumbre
5 Moraes prorroga por 90 dias o inquérito das milícias digitais

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.