Deputado defende classificar homofobia como patologia

Sóstenes Cavalcante quer que condição seja agravante aos crimes de lesão corporal e homicídio

Pleno.News - 15/04/2019 08h34

Deputado federal Sóstenes Cavalcante quer classificar homofobia como patologia Foto: Agência Brasil/Fabio Rodrigues Pozzebom

O deputado federal Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) declarou, em entrevista ao Estado de S. Paulo neste domingo (14), que a homofobia deveria ser tratada como uma patologia psiquiátrica. Ele afirmou que apresentará um projeto com esse intuito na Câmara dos Deputados nas próximas semanas.

No encontro entre o presidente Jair Bolsonaro e lideranças evangélicas, Cavalcante afirmou ao líder do Executivo e ao presidente do Legislativo, Davi Alcolumbre, que irá encabeçar a proposta.

Caso a homofobia seja tipificada como uma patologia, ela poderá ser aplicada como agravante aos crimes de lesão corporal e homicídio contra homossexuais. Isso quer dizer que a punição poderá ser diferenciada.

O Supremo Tribunal Federal segue analisando a possibilidade de criminalizar a homofobia, discussão condenada por lideranças evangélicas.

 

 

LEIA TAMBÉM+ Parlamentares pedem que STF não criminalize a homofobia
+ Frente Evangélica na Câmara define seus cinco vice-líderes
+ "Mourão é um poeta calado", dispara aliado de Bolsonaro


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo