Leia também:
X Eutanásia de animais para controle de doenças é proibida

Deputado da Alesp repudia filme do Porta dos Fundos

Parlamentar afirmou que o conteúdo divulgado pelo canal ofende os cristãos

Paulo Moura - 12/12/2019 11h20 | atualizado em 12/12/2019 11h23

Deputado Carlos Cezar manifestou repúdio contra canal Porta dos Fundos Foto: Divulgação/Alesp

O deputado estadual da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), Carlos Cezar (PSB), manifestou na noite de quarta-feira (11) repúdio contra o novo “especial de Natal” do canal Porta dos Fundos que zomba de Jesus Cristo através de abordagens como a sugestão de uma relação homossexual entre Jesus e Satanás e põe Deus, Maria e José como um triângulo amoroso. O vídeo foi lançado no dia 3 de dezembro.

No plenário da Alesp, Cezar, que é líder da frente parlamentar evangélica e secretário geral de comunicação da Igreja do Evangelho Quadrangular, afirmou que o conteúdo ofende os cristãos e pediu para que as pessoas assinem a petição contra o material, que já tem mais de 1 milhão de assinaturas, a meta estabelecida pelos criadores da mobilização, que inicialmente era de 500 mil adesões foi aumentada para 1,5 milhão.

– Estou comunicando a todos que assinem esse abaixo-assinado, para que a Netflix retire esse conteúdo indecente, imoral, ofensivo, e que infringe a nossa lei, por que o vilipêndio está previsto na legislação com pena de 1 a 3 anos de cadeia – declarou.

O parlamentar também criticou a posição dos atores Fábio Porchat e Gregório Duvivier, integrantes do Porta dos Fundos, pelo desrespeito à fé cristã e disse que pretende requerer uma moção de repúdio com o auxílio de outros deputados da Casa que também são contrários ao conteúdo.

– Quero aqui lamentar a posição desses atores que não sabem fazer humor e desrespeitam a fé das pessoas. O desrespeito é algo absurdo que não vamos tolerar e não vamos nos calar – completou.

Leia também1 Deputada federal do PSL pede moção de repúdio à Netflix
2 Porta dos Fundos: Bispo pede para fiéis cancelarem Netflix
3 Em nota, OAB-PB repudia vídeo do Porta dos Fundos
4 Juiz quer processar Netflix por vídeo do Porta dos Fundos
5 Lista contra Porta dos Fundos passa 1,5 milhão de assinaturas

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.