Leia também:
X Jair Bolsonaro responde à polêmica com Burger King

Deputado acusa MEC de promover revanche ideológica

"Não podemos mais errar numa área como a Educação", diz Pedro Cunha

Rafael Ramos - 05/05/2019 10h40

Pedro Cunha Lima critica postura do ministro da Educação Foto: Reprodução

O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB-PB) conduzirá uma audiência pública com o ministro Abraham Weintraub no dia 15 de maio. Cunha, que é presidente da Comissão de Educação da Câmara, acusa o MEC de “promover uma revanche ideológica”.

O deputado ainda afirma que a comissão não hesitará em agir diante de qualquer ideologia travestida de critério técnico, como no caso do orçamento das universidades.

– Ninguém deseja ver o MEC transformado em instrumento de guerra ideológica. Na comissão, até quem deseja contribuir com o governo está preocupado. Não quero fazer nenhum tipo de oposição ranheta. Desejo contribuir para melhorar a educação no país – declarou Pedro Cunha.

O presidente da Comissão criticou a falta de clareza sobre o critério usado para concentrar o corte à UnB, UFF e UFBA. Ele também disse que há uma incapacidade de gestão no Ministério da Educação.

– Sempre que a linha de ação for ideológica, para satisfazer a uma torcida organizada, estaremos do outro lado. Não se pode menosprezar o interesse do país. O que se espera do MEC são medidas técnicas e urgentes, tomadas a partir de diagnósticos precisos. Não podemos mais errar numa área como a Educação.

Leia também1 Ministro da Educação explica boletim vazado na internet
2 MEC quer dar menos dinheiro para Filosofia e Sociologia
3 PSOL aciona PGR após MEC cortar verba de universidades

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.