Leia também:
X Ex-assessor de Trump fica em silêncio em depoimento à PF

DEM e PSL se unem em ‘repúdio’ contra discurso de Bolsonaro

Prestes a se fundirem, partidos divulgaram nota conjunta após manifestações no feriado

Monique Mello - 08/09/2021 12h44 | atualizado em 08/09/2021 13h24

Bolsonaro chegando à manifestação em Brasília Foto: PR/Alan Santos

O DEM e o PSL divulgaram, na noite desta terça-feira (7), uma nota conjunta em repúdio ao discurso feito pelo presidente Jair Bolsonaro nas manifestações, em Brasília e em São Paulo, no dia 7 de setembro. Em processo de fusão, que deverá ser formalizada em 21 de setembro, os partidos pedem um basta “nas tensões políticas, nos ódios, conflitos e desentendimentos”.

As legendas alegam que os conflitos colocam em xeque a democracia brasileira e que “a liberdade é o principal instrumento democrático e não pode ser usada para fins de discórdia, disseminação de ódio nem ameaças aos pilares da própria democracia”.

Leia a íntegra da nota:
O PSL e o Democratas entendem que a liberdade é o principal instrumento democrático e não pode ser usada para fins de discórdia, disseminação de ódio nem ameaças aos pilares da própria Democracia.

Por isso, repudiamos com veemência o discurso do senhor presidente da República, ao insurgir-se contra as instituições de nosso país.

Hoje se torna imperativo darmos um basta nas tensões políticas, nos ódios, conflitos e desentendimentos que colocam em xeque a democracia brasileira e nos impedem de darmos respostas efetivas aos milhões de pais e mães de família angustiados com a inflação dos alimentos, da energia, do gás de cozinha, com o desemprego e a inconstância da renda.

Não existe independência onde ao cidadão não se garantem as condições para uma vida digna. O Brasil real pede respostas enérgicas e imediatas.

Coloquemos as mãos à obra.

 

Leia também1 PSDB vai tomar 'medidas legais' contra discurso de Bolsonaro
2 Leia a íntegra do discurso de Bolsonaro na Avenida Paulista
3 Mourão: "Não vejo clima para o impeachment do presidente"
4 “Presidente estourou a corda e não há mais retorno”, diz Maia
5 Amanda Klein defende o STF e ouve verdades de cubana ao vivo

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.