Leia também:
X Damares diz que inferno enviou “capeta careca” contra o governo

Deltan e Moro criticam processo do TCU sobre gastos da Lava Jato

TCU decidiu apurar possíveis danos ao erário por parte do ex-procurador-geral Rodrigo Janot e por Deltan no âmbito da operação

Pleno.News - 13/04/2022 13h13 | atualizado em 13/04/2022 15h34

Deltan e Moro se manifestaram contra processo aberto no TCU Foto: ALEP/Pedro de Oliveira

O ex-juiz Sergio Moro (União Brasil) e o ex-coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol (Podemos), criticaram, em publicações feitas em seus perfis no Twitter nesta terça-feira (12), a abertura de um processo no Tribunal de Contas da União (TCU) para investigar gastos da operação.

O TCU decidiu apurar possíveis danos ao erário por parte do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot e por Deltan Dallagnol, pré-candidato às eleições deste ano, devido a gastos com diárias e passagens no âmbito da Lava Jato. Para Moro, a decisão seria “absurda e insustentável”.

– O trabalho deles já levou à recuperação de 6 bilhões de reais somente para a Petrobras. Vão retaliar o bom trabalho? – criticou.

Já Deltan, que chamou a decisão de “revoltante”, disse que o pagamento foi feito a outros procuradores, não a ele, e que o modelo de diárias seria o “mais econômico possível para que especialistas em corrupção e lavagem de dinheiro de várias partes do Brasil pudessem trabalhar na força-tarefa”.

– O TCU claramente está forçando a mão ao tentar me responsabilizar pelas diárias que, novamente, não recebi e não autorizei. Essa decisão é absurda porque eu nunca exerci função administrativa e nem trabalhei como ordenador de despesas no MPF, função que era exclusiva da PGR – escreveu.

A área técnica do TCU identificou que os valores das gratificações pagas totalizaram R$ 10,8 milhões, dos quais R$ 7,9 milhões somente de forças-tarefa da Lava Jato no país. Em diárias e passagens, os gastos com a operação totalizam R$ 5,3 milhões – somando outras viagens, os valores chegam a R$ 14,7 milhões.

*AE

Leia também1 Ícone do fisiculturismo, Cedric McMillan morre aos 44 anos
2 Zé Trovão anuncia pré-candidatura a deputado federal
3 Mourão: Bolsonaro passará Lula nas pesquisas até junho ou julho
4 Moro soube pela imprensa de escolha do União Brasil por Bivar
5 Líder do PSB na Câmara colhe assinaturas para "CPI do Viagra"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.