CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X AGU recorre de suspensão do chefe da Fundação Palmares

Deltan comenta combate à corrupção e exalta a Lava Jato

'Este ano foi o que a operação mais devolveu recursos aos cofres públicos', avaliou o procurador

Ana Luiza Menezes - 09/12/2019 17h51

Procurador Deltan Dallagnol Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

Nesta segunda-feira (9), data que marca o Dia Internacional de Combate à Corrupção, o procurador da República e coordenador da operação Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol, usou as redes sociais para comentar o tema.

O post foi em função de uma notícia sobre o acordo entre a Lava Jato e as controladoras de pedágio no Paraná, Ecovia e Ecocataratas.

– No dia de combate à corrupção, uma notícia muito simbólica. Precisamos evitar que a corrupção aconteça. Contudo, é um consolo saber que pelo menos uma parte do dinheiro desviado dos cofres públicos vai ter enfim um destino nobre: salvar vidas – escreveu.

O procurador compartilhou ainda outros comentários a respeito da Lava Jato. Segundo ele, a operação está longe de acabar e segue em crescimento.

– Este ano foi o que a Lava Jato mais devolveu recursos aos cofres públicos, o que inclui Petrobras, União e Estados também. (…) Vamos chegar a quase seis anos de operação, revelam que os trabalhos estão crescendo. Cito dois exemplos: neste ano, de 2019, apresentamos 27 denúncias oferecidas em relação às pessoas poderosas que estão sendo chamadas a responder por ilícitos descobertos pelo MP e a PF. (…) Lava Jato está longe de acabar e operação está em crescimento – declarou.

O Dia Internacional contra a Corrupção foi instituído em 9 de dezembro de 2003. A data foi declarada pela Organização das Nações Unidas, desde a Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção, como um apelo para que os governos e a população em todo o mundo se juntem para se conscientizarem sobre o tema, atuando em diversas frentes contra essa prática criminosa. A data entrou no calendário brasileiro de celebrações por meio do decreto n.º 5.687, de 31 de janeiro de 2006.

Declarações de Deltan, no Twitter Foto: Reprodução

Leia também1 Moro recebe homenagem no Dia de Combate à Corrupção
2 Moro envia Força Nacional para proteger indígenas
3 Sergio Moro é o ministro mais bem avaliado do governo

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo