Leia também:
X Na CPI, senador exibe número de recuperados, em ataque a Renan

Delator revela propina de R$ 5,5 milhões a Lindbergh Farias

Ex-presidente da Fetranspor revelou caixa paralelo para pagamento a agentes públicos

Monique Mello - 28/05/2021 11h56 | atualizado em 28/05/2021 13h49

Lindbergh Faria teria recebido mais de R$ 5 milhões em propina Foto: Reprodução

Lindbergh Farias (PT), ex-senador e atualmente vereador no Rio de Janeiro, foi citado na delação do ex-presidente da Fetranspor José Carlos Lavouras. O depoimento, que contém 39 anexos, faz parte da Operação Ponto Final, desdobramento da Lava-Jato no Rio que desvendou o esquema de corrupção na Fetranspor.

Lindbergh teria recebido a bagatela de R$ 5,5 milhões “em troca de atos de ofício em benefício das empresas de ônibus”.

Outros nomes como o do ex-presidente da Câmara de Deputados, Eduardo Cunha, e do presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, também teriam recebido propina em “vantagens indevidas”.

Recentemente, Lavouras havia confirmado à Justiça que a Fetranspor tinha um caixa paralelo para pagamento de propina a agentes públicos.

A PGR enviou todo o processo ao Juiz Marcelo Bretas, da Lava-Jato no Rio. A expectativa é de que mais nomes surjam nos próximos dias.

 

Leia também1 Por 7 votos a 4, Supremo decide anular delação de Sérgio Cabral
2 Homem procurado por 100 homicídios é preso na Espanha
3 Bolsonaro oficializa penas mais duras para crimes pela internet
4 Jair Bolsonaro aciona STF contra lockdown em três estados
5 Eduardo B. rebate Doria: "Única bananinha famosa é a sua"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.