CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X “Pessoa fria e calculista”, diz mãe de Miguel sobre ex-patroa

Decotelli explica doutorado e diz que seguirá no MEC

Ministro deu declarações nesta segunda-feira

Pleno.News - 29/06/2020 19h56 | atualizado em 29/06/2020 20h12

Carlos Alberto Decotelli é o novo escolhido para chefiar o Ministério da Educação Foto: MEC/Luis Fortes

Nesta segunda-feira (29), Carlos Alberto Decotelli, ministro da Educação, negou acusações de plágio em sua dissertação de mestrado. Ele também disse que continua à frente do Ministério da Educação (MEC).

Decotelli afirmou ainda que cursou todos os créditos do doutorado na Universidade de Rosário, na Argentina, e contou que recebeu um certificado de conclusão. As informações são do portal UOL.

– A banca falou que a tese tinha um ponto de corte muito longo e me mandou fazer readequações. Essa foi a recomendação formal da banca. [Mas] Eu precisava voltar ao Brasil, porque toda a despesa foi pessoal, não havia bolsa. Com dificuldade, não mais voltei. [Mas] Eu fiquei com o diploma de créditos concluídos, posso disponibilizar a vocês – disse ele aos jornalistas.

O ministro se referiu à falta do título de doutor como um “detalhe operacional”.

– [Mas] O curso de pós-graduação, com todas as notas, disciplinas concluídas, aprovadas, frequência, caderneta, toda a estrutura da secretaria da Universidade de Rosário, estão nos papéis disponíveis – esclareceu.

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo