Leia também:
X No Brasil, 26 mil doses de vacina vencida foram aplicadas

Decisão da PGR sobre Bolsonaro fortalece CPI, diz Randolfe

PGR decidiu pedir a abertura de um inquérito contra o presidente

Henrique Gimenes - 02/07/2021 15h01 | atualizado em 02/07/2021 15h33

Randolfe confirma possibilidade de novo depoimento de Queiroga
Senador Randolfe Rodrigues, vice-presidente da CPI da Covid Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, “celebrou” a decisão da Procuradoria-Geral da República (PGR) de pedir a abertura de um inquérito para investigar o presidente Jair Bolsonaro. Para o parlamentar, a medida “fortalece os trabalhos da CPI”.

O inquérito terá por objetivo apurar se Bolsonaro cometeu crime de prevaricação no caso da vacina Covaxin.

Randolfe deu a declaração ao comentarista Valdo Cruz, da GloboNews.

– A decisão da PGR fortalece os trabalhos e investigações da CPI. Mostra que estamos certos em levantar a hipótese de que o presidente prevaricou ao não mandar investigar as denúncias dos irmãos Miranda – ressaltou.

O pedido da PGR foi feito após a ministra Rosa Weber, do STF, solicitar uma posição da Procuradoria sobre a notícia-crime apresentada por três senadores ao STF requerendo a investigação de fatos apurados pela CPI da Covid. A PGR havia pedido para aguardar a conclusão da CPI, mas a ministra afirmou que a apuração do colegiado não impede a atuação do MPF.

Leia também1 Covaxin: PGR pede abertura de investigação contra Bolsonaro
2 Weber rejeita suspender ação contra Bolsonaro até fim da CPI
3 PGR pede ao STF que espere fim da CPI para investigar Bolsonaro
4 Covaxin: Pazuello diz à PGR ter sido avisado por Bolsonaro
5 STF: Senadores pedem inquérito de Bolsonaro por prevaricação

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.