Damares rebate provocação de vendedor de loja

Ministra elogiou posicionamento de marca, que apresentou pedido de desculpas

Pleno.News - 10/01/2019 21h58

Ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Nesta quinta-feira (10), a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, se pronunciou sobre o caso envolvendo uma provocação feita por um vendedor de uma loja.

– No dia 2 de janeiro, fui experimentar uma roupa em uma das minhas lojas preferidas, a Cantão do Brasília Shopping. Infelizmente fui vítima de constrangimento por parte de um dos vendedores, que me acusou publicamente em veículos de comunicação da grande imprensa de tê-lo agredido – comentou Damares.

A marca emitiu uma nota de esclarecimento. A atitude da Cantão foi elogiada por Alves.

– A dona da loja, de forma muito justa, me enviou esta carta formal de desculpa, pois após ver as imagens do circuito interno de segurança da loja, confirmou que não houve qualquer tipo de agressão, assim restabelecendo a verdade – avaliou.

A ministra declarou ainda que tem sofrido perseguição por grande parte da mídia porque se mostra implacável contra práticas como pedofilia. Segundo ela, consumidores de pornografia infantil e outros que, de alguma forma, lesaram o país através da corrupção, também estariam procurando manchar sua imagem.

O texto de Damares destacou ainda que uma guerra só é vencida com a verdade. Ela encerrou a publicação com uma palavra direcionada aos opositores do novo governo brasileiro: “Acabou a farra, Bolsonaro é presidente do Brasil!”

LEIA TAMBÉM+ Governo confirma Vilalva como novo presidente da Apex
+ Bolsonaro não irá vetar acordo entre Boeing e Embraer
+ Flávio Bolsonaro afirma que irá depor ao Ministério Público


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo