Leia também:
X CPI da Covid: Veja o calendário de depoimentos desta semana

Cúpula da CPI pede à PF três policiais com “máxima urgência”

Agentes precisam ter “experiência em análise de sigilos”

Monique Mello - 14/06/2021 16h34 | atualizado em 14/06/2021 17h31

Cúpula da CPI da Covid, no Senado Foto: Agência Senado/Jefferson Rudy

A cúpula da CPI da Covid no Senado decidiu solicitar a presença de servidores da Polícia Federal para a auxiliar nas investigações durante as oitivas. No requerimento, consta o pedido de que a PF compareça “com máxima urgência, com ao menos três servidores de carreira policial”. Um dos principais objetivos é verificar se o governo contribuiu na propagação de fake news durante a pandemia.

O senador Omar Aziz (PSD-AM), presidente da CPI, enviou a solicitação à instituição federal, com a preferência de que os servidores tenham “experiência em análise de sigilos”.

Senadores da oposição demonstraram certa resistência, por temerem que os agentes federais compartilhassem informações com os governistas. Ainda assim, o requerimento foi realizado.

Para Renan Calheiros, relator da CPI, o tema das fake news deve ser enfrentado e solucionado antes das eleições em 2022.

Além da Polícia Federal, a comissão já pediu contribuição do Tribunal de Contas da União (TCU) e da Receita Federal para auxiliar nas investigações.

 

Leia também1 Wilson Witzel recorre ao STF para tentar "escapar" da CPI
2 Bolsonaro diz que Renan deveria apurar desvios: "Especialista"
3 CPI da Covid: Veja o calendário de depoimentos desta semana
4 Barroso suspende quebras de sigilo de servidores da Saúde
5 CPI: STF mantém quebra de sigilo de coordenadora do PNI

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.