Leia também:
X Novo exame indica que câncer de Covas atinge fígado e ossos

Cunha revela ‘rixa’ entre Lula e Dilma nas eleições de 2014

Lula teria desejado ser o candidato daquele ano

Pierre Borges - 16/04/2021 17h24 | atualizado em 16/04/2021 17h39

Deputado conta o relato em livro sobre impeachment Foto: Reprodução

No livro Tchau, Querida: O Diário do Impeachment, que será lançado oficialmente neste sábado (17), o deputado federal Eduardo Cunha relata que Lula teria se arrependido de ter permitido a candidatura de Dilma Rousseff nas eleições de 2014.

“Com a voz embargada de um choro contido, [Lula] me disse que o grande erro dele foi não tê-la [Dilma] impedido de disputar a reeleição e ter sido ele o candidato. Respondi que sim, que ele deveria ter sido o candidato. Teria sido facilmente eleito e não haveria impeachment em um governo seu, porque ele era da política e jamais deixaria a situação chegar ao ponto que chegou. Lula concordou comigo”, conta o deputado no livro.

Cunha ainda relata que o petista tinha “verdadeiro pavor” de José Eduardo Cardozo, escolhido como Ministro da Justiça e, posteriormente, como Advogado-Geral da União, ambos pelo governo Dilma.

Em entrevista ao Antagonista, a filha do deputado, Danielle Dytz da Cunha, disse que “o maior golpe foi dado pela Dilma, a partir do momento em que Lula quis disputar a eleição, e ela não deixou”.

– Depois de reeleita, ela isolou todo o quadro político de Lula e formou com Cardozo uma dupla dinâmica – disse.

Leia também1 Bolsonaro passará por quinta cirurgia devido à facada
2 "Os crimes não foram anulados", diz Mourão sobre Lula
3 Novo exame indica que câncer de Covas atinge fígado e ossos
4 Apresentador da Band tenta 'jogar bola' e leva tombo ao vivo
5 Biden vai manter cota anual de refugiados em nível mínimo

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.