Leia também:
X Bolsonaro diz que não cogita indicar Aras ao STF até 2022

Cristiane Brasil critica STF: “Querem calar os cidadãos”

Pré-candidata à Prefeitura do RJ é filha de Roberto Jefferson, um dos alvos da operação da PF

Rafael Ramos - 30/05/2020 08h59 | atualizado em 30/05/2020 09h04

Cristiane Brasil acusou o STF de tentativa de censura Foto: Reprodução

Pré-candidata à Prefeitura do Rio de Janeiro pelo PTB, Cristiane Brasil criticou a operação da Polícia Federal contra as fake news, que foi determinada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Um dos alvos da investigação é o ex-deputado Roberto Jefferson, pai de Cristiane.

– Fiquei triste porque aquilo foi uma violência. Esse processo no STF é inconstitucional. O STF é a vítima, ele julga, ele faz diligências. O ciadão é que é uma vítima. A invasão da casa da minha mãe, por exemplo, que está separada do meu pai há 20 anos, e é grupo de risco na crise da Covid-19 foi absurda – desabafou.

Cristiane enxerga a atuação do Supremo como tentativa de censura. Além de Roberto Jefferson, a operação da PF tem outros apoiadores do presidente Jair Bolsonaro como alvos. Alguns deles são a ativista Sara Winter e o empresário Luciano Hang. O ministro da Educação, Abraham Weintraub, também deu depoimento no inquérito.

– Eles querem calar os cidadãos. Quando meu pai disse uma fake news? Ele fala verdade news. Ele não tem uma rede de pessoas que fica criando mentiras para parecer verdade. Ele fala na cara. Você pode discordar do meu pai, mas ele fala na cara.

Leia também1 Bolsonaro diz que não cogita indicar Aras ao STF até 2022
2 PF diz ao STF que irá ouvir depoimento de Jair Bolsonaro
3 Weintraub fica em silêncio durante depoimento à PF
4 Web relembra manifestantes presos por ato contra Moraes
5 'Brasil de 2020 está lembrando Alemanha nazista dos anos 30'

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.