Leia também:
X Abraham Weintraub comenta cargo de Boulos na PUC-SP

CPI: Senadores pedem quebra de sigilo bancário da Jovem Pan

Entre os demais alvos está Allan dos Santos, do site Terça Livre

Thamirys Andrade - 31/07/2021 18h13 | atualizado em 01/08/2021 12h15

Renan Calheiros atua como relator da CPI da Covid Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Com retorno previsto para a próxima terça-feira (3), a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 deve votar oito requerimentos de quebra de sigilo, entre eles o da Rádio Jovem Pan e de sites de direita.

A justificativa dos senadores é que os veículos de comunicação são “grandes disseminadores das chamadas ‘fake news'” sobre a pandemia. O objetivo da quebra de sigilo bancária, segundo Renan Calheiros, é descobrir se houve recebimento de aportes financeiros durante a pandemia.

Os requerimentos foram apresentados na sexta-feira (30) e partiram do relator Renan Calheiros (MDB) e do senador Humberto Costa (PT).

Entre os atingidos estão Allan dos Santos, fundador do site Terça Livre; Raul Nascimento dos Santos, do site Conexão Política; José Pinheiro Tolentino, do site Jornal da Cidade Online; Galil Tecnologias Educacionais (Paulo de Oliveira Eneas), do site Crítica Nacional; a produtora Brasil Paralelo; a produtora Farol Produções Artísticas, do site Senso Incomum e Tarsis de Souza Gomes, do site Renova Mídia.

Segundo o site o Correio Braziliense, a aprovação dos requerimentos já é consenso entre senadores de oposição e independentes ao governo.

Leia também1 Boulos será professor de curso de mestrado da PUC-SP
2 "Motociclistas não pagarão mais pedágio", diz ministro Tarcísio
3 "Sigo neste governo até o fim", declara Hamilton Mourão
4 Felipe Neto diz que deputada Zambelli é "aliada de assassino"
5 Damares nega pedido de anistia a homem que sequestrou avião

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.