Leia também:
X Pais protestam contra professor que hostilizou aluno em escola

CPI do MEC: Senado investigará suposta fraude em assinatura

Presidente da Casa Legislativa, Rodrigo Pacheco, defendeu que “é preciso ver as circunstâncias da assinatura”

Thamirys Andrade - 08/04/2022 12h11 | atualizado em 08/04/2022 12h21

Presidente do Senado Rodrigo Pacheco Foto: Agência Senado/Jefferson Rudy

Nesta quinta-feira (8), o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, informou que a Secretaria-Geral da Casa Legislativa irá apurar suposta fraude envolvendo a assinatura da senadora Rose de Freitas (MDB) no pedido de criação da CPI do MEC. Segundo a parlamentar, seu nome consta no requerimento, embora ela não o tenha assinado. A apuração será conduzida pela Polícia Legislativa.

– É importante a apuração desse fato pela importância dele e também para se criar um padrão da assinatura eletrônica na Casa – declarou Pacheco.

Rose de Freitas denunciou o caso nesta quinta, no plenário da Casa.

– Ninguém pode tomar posse da assinatura, com expediente digital, para colocar o nome de uma pessoa desta Casa para dizer que apoio a tal requerimento ou a uma CPI. Fiquei o tempo todo me debatendo com a minha assessoria sobre isso. Não obtive resposta satisfatória, porque contra isso não há resposta; isso é uma fraude – assinalou.

Em resposta na tribuna, o senador Randolfe Rodrigues (Rede), responsável por colher as assinaturas, afirmou que ainda não apresentou nenhum documento à Mesa do Senado. Em listas divulgadas oficialmente à imprensa, o nome de Rose não consta entre as assinaturas.

A Comissão Parlamentar de Inquérito proposta por Randolfe teria como objetivo apurar suspeitas de irregularidades no Ministério da Educação (MEC). Segundo o senador, falta o apoio de mais um parlamentar para atingir a quantidade de 27 assinaturas necessárias.

Leia também1 Senadora diz que teve assinatura fraudada em lista da CPI do MEC
2 Pacheco: "CPI do MEC passa por crivo da presidência do Senado"
3 PSB oficializa indicação do nome de Alckmin como vice de Lula
4 Após depor à PF, Jair Renan nega tráfico de influência: 'Revoltado'
5 Bolsonaro: Para Lula, abortar e tirar um dente são mesma coisa

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.