Leia também:
X Pai de Henry faz apelo de Dia das Crianças em outdoors no Rio

CPI da Covid deve virar frente parlamentar, avisa Randolfe

A ideia é que a frente acompanhe os desdobramentos da investigação após a entrega do relatório da CPI

Henrique Gimenes - 12/10/2021 18h31 | atualizado em 13/10/2021 11h22

Cúpula da CPI da Covid Foto: Agência Senado/Edilson Rodrigues

Com a proximidade do fim da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, senadores correm para manter o tema em foco.

Nesta terça-feira (12), o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente do colegiado, informou que, ao final dos trabalho, a CPI deve virar uma “frente parlamentar”, para monitorar os desdobramentos da investigação. A declaração foi dada durante uma entrevista à GloboNews.

– Nós reunimos senadores com linhas distintas e diferentes. Eu e o relator, Renan Calheiros, tínhamos divergências. O senador Tasso [Jereissati] tinha divergências. Senadores de posições diferentes que construíram a teia de um tecido que fez, na prática, uma frente ampla contra o negacionismo – explicou.

Para criar a frente parlamentar, os senadores precisam aprovar um projeto resolução que deve ficar pronto em breve, de acordo com integrantes do colegiado.

Os trabalhos da CPI da Covid devem ser encerrados na próxima semana. No entanto, os parlamentares ainda podem estender as investigações até novembro.

Leia também1 CPI da Covid 'desiste' de ouvir Queiroga pela terceira vez
2 Ciro Nogueira rebate Malafaia: “Falta informação a esse pastor”
3 ONG denuncia Bolsonaro a Tribunal Penal Internacional
4 Senador Randolfe não descarta a prorrogação dos trabalhos da CPI
5 Zambelli critica 'conluio' da CPI e da OAB contra Jair Bolsonaro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.